Web-FerroMHnegativo.jpg (5735 octets)      Coudelaria M. Heleno - Haras Biarritz      Web-Piaf MH1.jpg (8969 octets)

  Artigo 27
Home Index

Voltar à página Imprensa            Retour a la page La Presse            Page The Press

 

Notas soltas

 

Na Coudelaria Nacional:

 Assinatura do protocolo que reconhece o “Selle Français” em Portugal e realização de dois cursos

  

Foi assinada uma importante convenção entre Portugal e França, permitindo que os equídeos de raça “Selle Français” nascidos em Portugal, sejam inscritos no Livro Genealógico (Stud-book) daquela raça (da mesma forma que um Lusitano nascido em França pode ser inscrito no Stud-book português da raça).

Aquele protocolo, já assinado pelo Presidente da “Association Nacionale du Selle Français” (ANSF), Senhor Philippe Curti, e pelo Presidente da Associação do Cavalo Sela Francês em Portugal (ASFP), Senhor Eric Pailhassard, foi oficializado na Coudelaria Nacional, em 9 de Abril de 2006, pela assinatura do Director do Serviço Nacional Coudélico, Dr. João Costa Ferreira, e do “Director dos Projectos Europeus e Internacionais” dos “Haras” Franceses, Eng. Xavier Guibert.

Em acordo com o documento assinado, um animal nascido em Portugal antes da data de aplicação da referida convenção pode ser inscrito no Stud-book do Selle Français (secções A ou B ou AQPS) se as suas origens forem certificadas. Todos os animais neste caso deverão ser examinados por uma “Comissão de Aprovação”, que transmitirá os resultados aos Haras Franceses. Depois de verificação e assentimento pela Comissão do Stud-book Selle Français os animais são inscritos em França no Ficheiro Central dos Equinos, e incluídos definitivamente no Stud-book do Selle Français. Esta inscrição é materializada pelo selo dos Haras Franceses no Certificado de Origem, que será enviado à ASFP.

Um poldro nascido em Portugal depois da data de aplicação da referida convenção pode ser inscrito no Stud-book do Selle Français, se for registado na ASFP como Selle Français e se for alvo dos controles de reprodução e de identificação determinados pelo Regulamento do Stud-book do Selle Français. O criador poderá então obter um Certificado de Origem Selle Français estabelecido em Portugal (ao qual será atribuído pelos Haras Franceses um número de inscrição), ou poderá pedir directamente aos Haras Franceses o referido Certificado de Origem.

Para que um animal seja inscrito como reprodutor du Stud-book Selle Français deverá ser apreciado por uma Comissão do Stud-book, a que se poderá juntar um representante da ASFP. O exame dos reprodutores recairá sobre as origens, o modelo, os movimentos, a aptidão ao obstáculo e as performances obtidas, tudo em acordo com os regulamentos da ANSF.

A Direcção da ASFP é constituída pelos seus sócios fundadores: Eric Pailhassard (presidente), João Carlos Bento Domingues, Bruno Alfredo Pinto Rente, Duarte Manuel Maciel da Costa Parente, Luís Sabino Leal Gonçalves e Manuel H. Domingues Heleno (directores).

 

A assinatura da referida convenção coincidiu com a organização de dois cursos que foram professados pelo Eng. Xavier Guibert, “Director dos Projectos Europeus e Internacionais” dos Haras Franceses, juiz, cavaleiro de Ensino, de Concurso Completo e de Obstáculos, em que foi Campeão de França. Organizados pela Associação Portuguesa do Cavalo Árabe e pela Associação Portuguesa do Cavalo Anglo-árabe os cursos tiveram lugar nos dias 8 e 9 de Abril, na Coudelaria Nacional, instalação posta à disposição dos organizadores pelo seu Director, Sr. Dr. Mário Barbosa, no seu desejo de colaborar em tudo o que pode contribuir para o progresso da criação cavalar portuguesa.

Um dos cursos, “Aspectos dos Julgamentos de Cavalos na Europa”, ensinou a maneira de apreciar um cavalo, ou de o julgar; o outro tratou da “Organização da Criação Cavalar na Europa”.

Estes cursos, com uma parte teórica e outra prática, foram abertos a todos, fossem eles criadores, juízes, candidatos a juízes, proprietários ou simples amadores, e orientaram-se para os cavalos de todas as raças.

 MH

 Legendas das fotografias:

 - O Director do Serviço Nacional Coudélico, Dr. João Costa Ferreira, e o “Director dos Projectos Europeus e Internacionais” dos “Haras” Franceses, Eng. Xavier Guibert, quando assinaram a Convenção permitindo que os equídeos de raça “Selle Français” nascidos em Portugal, sejam inscritos no Stud-book daquela raça.

 - O Eng. Xavier Guibert, falando da Organização da Criação Cavalar na Europa

 - Um aspecto dos cursos práticos professados na Coudelaria Nacional

 

Voltar à página Imprensa            Retour a la page La Presse            Page The Press

 

Home Index